PROCFIT - Gestão Orientada a Processos

Por que as empresas têm dificuldade de mudar sua forma de gestão?

Um dos grandes desafios do mundo corporativo é otimizar a forma de lidar com a gestão da empresa, no entanto, executa ainda insistem a práticas obsoletas de gestão que fazem parte do século passado. 

Embora a famosa frase “time que está ganhando não se mexe” seja totalmente coerente com a situação caso a gestão esteja dando resultados positivos, não podemos ignorar que o mercado se transforma e forma drástica e rápida, e consequentemente as empresas que possuem uma visão mais a frente entenderam a necessidade de rever seus processos internos, tecnologias de gestão e estratégias. 

Atualmente precisamos entender que o mercado está cada vez mais voltado para a estratégia customer centric, a qual coloca o cliente como prioridade afim de obter maiores lucros, através de uma melhor experiencia de compra e consequentemente também fidelizar a base. 

Claro que não podemos deixar de citar que o consumidor moderno entende que seu tempo está cada vez mais valioso e escasso, obrigando assim as empresas a serem velozes para entregar seus produtos e serviços com a qualidade esperada. Vale ressaltar que este mesmo consumidor, está cada vez mais crítico com os produtos e serviços recebidos, já que quando as expectativas não são cumpridas, realizam as devoluções e realizam reclamações, em sites como Reclame Aqui! 

Neste artigo vamos citar alguns motivos que podem estar impedindo a sua empresa de evoluir com a gestão e impedindo de ter maiores e melhores resultados. 

  • A transição é um trabalho árduo: 

Sabemos que qualquer tipo de mudança em nossos processos e rotinas causam um desconforto devido a nossa necessidade básica de nos mantermos na zona de conforto, e isso pode ser um dos principais itens que atrapalhem as mudanças. 

Por mais doloroso que seja o momento de transição de mudanças, elas são necessárias para que a empresa continue acompanhando as alterações que o mercado sofre de forma recorrente. 

  • Revisão dos objetivos e metas: 

Muitos gestores acreditam que os objetivos e metas de uma empresa devem ser definidos ao final de um ano anterior e não devem ser acompanhados e nem alterados ao longo do ano seguinte, no entanto, outros gestores optam por realizar a revisão de suas estratégias periodicamente, impactando diretamente em sua forma de lidar com a gestão. 

A revisão constante de objetivos e metas, entra diretamente em como a empresa lida com a sua gestão de resultados, e consequentemente no resultado final também. 

O objetivo de uma empresa deve ser criar fluxos contínuos e processos que sejam voltados a criar e agregar valor a clientes e usuários. E isso requer da empresa uma estrutura de trabalho diferente, que busca capacitar o colaborador para que ele esteja totalmente alinhado com a estratégia da empresa e preparado para atuar em caso de mudanças. 

  • Pequenos experimentos de mudança que não vingam: 

Uma estratégia muito comum nas empresas é iniciar uma mudança ou um novo experimento com um pequeno grupo de pessoas ou uma determinada área, criando assim um “piloto”.  

No entanto, há casos que o piloto apresenta necessidade de correções e ajustes, e ao invés do experimento ser revisado ou alterado, ele é simplesmente descartado e não é informado aos steakeholders. 

Este tipo de ação eliminatória com ausência de comunicação pode ser impactante no processo de novas ideias e mudanças na empresa. O piloto deve ser conduzido com total transparência aos envolvidos no processo. 

Lembre-se de sempre experimentar novas ideias de mudanças na empresa. O piloto deve ser conduzido de forma realista e analítica com a realidade do negócio, e ser ajustado conforme a necessidade.  

Caso realmente veja que não faz sentido este experimento para determinada área ou grupo, basta começar novamente do zero e buscar novas soluções. Não fique estagnado! 

 

A Procfit possui soluções que apoiam as empresas no momento de transição e manutenção de novas formas de gestão! Fale com nosso time comercial e saiba mais.

Marcos Cônsoli

Engenheiro de Produção, formado pela USP com mais de 12 anos de experiência em mapeamento de processos e implantação de sistemas ERP nos setores da indústria, varejo e distribuição. MBA em Implantação de Sistemas de Gestão Empresarial pela FIAP e certificado em Supply Chain Management – Certified in Production and Inventory Management (CPIM) – pela APICS. Atualmente, é o vice-presidente de Sistemas da PROCFIT englobando todo setor de desenvolvimento de soluções tecnológicas, processos e service-desk.

Adicionar Comentário

Siga-nos

Não seja tímido, entre em contato. Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.

Fale Conosco