PROCFIT - Gestão Orientada a Processos

Software pra que? Trocar meu Software porquê?

Gabriela, famosa personagem de Jorge Amado, é a imagem perfeita do espirito do conforto e da incompreensão do mundo a sua volta. Mudar é na verdade um processo, tem início, meio e fim; mudar é a oportunidade de revisitar as escolhas e seus motivos. Quando você olha para sua empresa e percebe que oportunidades estão escapando ou que o desempenho de sua empresa está sendo limitado, sem dúvida sua avaliação recairá sobre processo de trabalho – Minha empresa está fazendo do jeito certo? ou sobre seu software – Minhas ferramentas para vender, controlar estoque, atender o cliente e produzir estão me auxiliando ou me atrapalhando?

Caso sua visão seja de revisar seus processos, compreender corretamente o que seu cliente deseja e espera, e a partir disso construir uma oferta de valor e obter lucro, você precisa de um bom processo, bem controlado, que é o principal alicerce para o sucesso da empresa e para a aplicação de um software de gestão. Porém um processo revisado, redesenhado será sempre limitado por softwares que não podem ser customizados ou evoluídos, e que obrigam sua empresa a fazer exatamente como seus concorrentes. O que indica então a necessidade de ao revisar seu processo avaliar também o software que será usado.

Considerando que seu processo é bom ou adequado, discutir e avaliar o software é então o ponto crucial de sua avaliação. Aceitar seus limites tecnológicos ou comerciais, aceitar um atendimento ruim ou a sensação de dependência que não se traduz em parceria e resultados, não é uma opção. Muitos softwares alcançaram sua maturidade e hoje não atendem a novas dinâmicas como e-commerce ou programas de relacionamento. Ou até o fim da empresa fornecedora, por encerramento ou aquisição. Dessa forma esses são os motivos para reavaliar e reconsiderar novos softwares para atender ao seu negócio. Por exemplo, como seu software atual auxilia na gestão de compras, margens e segmentação?

tela1

Segmentação para a gestão das marcas e lucros

tela2

Vendas por loja e por segmento

tela2 (2)

Vendas por DCB

Rogério Cruz

17 anos de experiência nos segmentos de Varejo e Telecomunicações, graduado em Engenharia Elétrica pela USJT, Pós-Graduado em Gestão de Empresas pela PUC, MBA em Finanças pela FIA/USP e Mestre em Engenharia de Produção – Logística e Supply Chain pela FEI. Ocupou posições de diretoria de Logística, Operações e Supply Chain em empresas como CVS/Caremark (SP), Drogaria Venâncio (RJ), Brasil Pharma/BTG Pactual (PE), Drogaria Onofre (SP). Atualmente é o vice-presidente de Serviços da Procfit.

Adicionar Comentário

Siga-nos

Não seja tímido, entre em contato. Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.