PROCFIT - Gestão Orientada a Processos

Como sua empresa pode aplicar os sistemas integrados de gestão?

O empreendedorismo exige planejamento, alocação de recursos e estabelecimento de projetos e metas. No entanto, a maior parte das empresas brasileiras de menor porte começam como negócio informal, muitas vezes através da visão de uma pessoa que, através de seu próprio empenho, consegue crescer e ganhar confiabilidade no mercado, surgindo, depois, a necessidade de formalização.

Estruturar uma empresa em nosso país ainda é uma tarefa complexa, com muitos custos, prazos e exigências fiscais, embora seja o caminho para conquistar espaço. Em qualquer situação, no entanto, é preciso manter a organização empresarial, aplicando sistemas integrados de gestão que possam permitir à empresa conhecer o negócio como um todo e gerenciar suas atividades com profissionalismo.

Para organizar uma empresa e fazer com que ela cresça de forma sustentável, mantendo a saúde financeira, é preciso adotar os controles administrativos e financeiros de forma integrada, coesos, unidos num mesmo conjunto, fornecendo todas as informações necessárias para o desenvolvimento de novos projetos.

Sistemas integrados de gestão e sua necessidade

Possivelmente o maior problema para aplicação dos sistemas integrados de gestão para as empresa nacionais seja o fato de que, cada empreendedor, no começo de suas atividades, procura controlar ele próprio os processos e as finanças.

Muitos adotam controles manuais, utilizando livros de anotações, enquanto outros se valem de planilhas eletrônicas, métodos que funcionam nos primeiros momentos de uma empresa, mas que se apresentam ineficientes quando o negócio começa a crescer.

O número de contratados vai aumentando, ao mesmo tempo em que se avolumam as operações e, então, começam a surgir divergências entres os diversos setores, com números que não batem e que começam a gerar dores de cabeça ao administrador.

Nesse momento, o empresário pode se queixar de perda de documentos e de informações importantes, ou mesmo da ocorrência de multas em razão da falta de organização e de uma ausência de consolidação nos processos administrativos da empresa, situação que pode inclusive limitar seu crescimento.

Além disso, há que se considerar a possibilidade de perda de insumos por falhas no controle de estoque e, principalmente, perda de tempo na localização das falhas que geraram os problemas.

O alerta é dado quando se torna evidente que a empresa demora a responder e quando a insatisfação dos clientes se tornam mais frequentes. Nesse caso, está mais do que na hora de aplicar sistemas integrados de gestão, os conhecidos sistemas ERP, que irão ajudar na organização da empresa.

Sistemas integrados de gestão: unificando os processos empresariais

Os sistemas integrados de gestão normalmente são vistos como de uso exclusivo das empresas de grande porte. No entanto, ao contrário do que se pensa, trata-se de um sistema essencial também para empresas de pequeno e médio porte.

Na empresa de menor porte, a aplicação dos sistemas integrados de gestão conseguem maior vantagem, uma vez que ainda possuem fluxos de trabalho mais enxutos, trazendo maior facilidade em sua implantação.

A melhor coisa a fazer é buscar uma ferramenta que ofereça um excelente custo-benefício, agregando valor à empresa, gerando parâmetros prontos para serem executados e permitindo sua instalação em menor tempo.

A implantação de sistemas integrados de gestão em grandes empresas exigem maior trabalho de customização, com processo de implantação que pode demorar tanto tempo quando a complexidade do negócio.

Benefícios dos sistemas integrados de gestão

Os sistemas integrados de gestão, também conhecidos como ERP (de Enterprise Resource Planning) são programas que estão se tornando a melhor solução para as empresas melhorarem o acompanhamento de todas as etapas de suas atividades organizacionais.

Mais do que ser apenas uma solução informatizada, os sistemas ERP contribuem para integrar todas as informações do empreendimento, agilizando a execução das operações e permitindo melhores tomadas de decisões.

Acompanhe os benefícios que os sistemas integrados de gestão podem oferecer para sua empresa:

  • Sistemas integrados de gestão para redução de custos

Adotar sistemas integrados de gestão oferece a possibilidade de manter melhor controle sobre todas as etapas e processos industriais, oferecendo redução de custos na produção. Através da automatização e da informatização dos processos, a empresa poderá aplicar esforços em atividades que exigem prioridade e que tragam maior produtividade. A implantação dos sistemas integrados de gestão reduzem e oferecem condições de eliminar falhas, evitando o retrabalho.

Através dos sistemas integrados de gestão, o empresário ou administrador consegue acesso aos gargalos que impossibilitam maior desenvolvimento das atividades da empresa, apontando desperdícios e trazendo a solução para tratar a limitação de recursos, aplicando-os de forma direcionada.

  • Sistemas integrados de gestão com clientes e fornecedores

Ao implantar os sistemas integrados de gestão, a empresa pode estabelecer melhor relacionamento com clientes e fornecedores. Conhecendo as necessidades de cada usuário, pode-se criar estratégias de vendas, promovendo melhor suporte administrativo, oferecendo maiores prazos e descontos, sem comprometer a geração de recursos futuros.

Os sistemas integrados de gestão também oferecem à empresa o grande diferencial competitivo, já que possibilita que se encontre novas alternativas através de outros fornecedores, aumentando o poder de negociação da empresa e tornando os preços e prazos mais flexíveis.

  • Sistemas integrados de gestão de estoques

Os sistemas integrados de gestão possibilitam melhor gestão dos estoques, fornecendo a contagem física de cada item e fazendo com que os responsáveis tenham acesso às informações atualizadas sobre a real quantidade de mercadorias e itens presentes no almoxarifado.

Para a empresa, o estoque parado é capital que não está sendo movimentado. Ao manter o melhor controle do estoque, a empresa evita o risco de sofrer perdas. Com o sistema ERP implantando, é possível manter a integração de todos os setores da empresa, sabendo exatamente a necessidades de cada item em cada setor, a quantidade e os valores investidos no estoque.

Com o controle dos estoques, os sistemas integrados de gestão possibilitam à empresa otimizar sua gestão, movimentar os itens parados e fazer as previsões necessárias de entradas e saídas de produtos, de forma integrada e dinâmica. Além disso, também é possível fazer revisão de custos, atualizando preços e tabelas defasadas, melhorando a margem de lucro da empresa e trazendo melhores condições de desenvolvimento financeiro.

Gustavo Passagem

Formado em Engenharia de Produção na USP, com MBA em Gestão Estratégica pela FGV e pós-graduado em Logística pelo Exército Brasileiro, possui ampla experiência em Gestão de Projetos. Atuou como PMO em operadores logísticos e transportadoras nacionais e multinacionais, desenvolvendo e gerenciando projetos para empresas do ramo Farmacêutico, Automotivo, Varejo, Healthcare, Eletroeletrônico e Alimentício, como Sony, LG, Ford, Natura, VW, Scania, Officer, Ducatti, Novartis, Panarello, entre outras. Atualmente é o Gerente de PMO da Procfit.

Adicionar Comentário

Siga-nos

Não seja tímido, entre em contato. Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.