PROCFIT - Gestão Orientada a Processos

Sua empresa está fazendo uma gestão financeira correta?

gestão de crédito, contas a pagar e a receber

A gestão financeira de qualquer empresa é a área que exige maior atenção, principalmente porque se trata do setor que fornece condições a todas às outras áreas. Com falta de recursos financeiros, a empresa não tem meios de continuar com suas atividades.

Portanto, é de fundamental importância que a gestão financeira tenha qualidade e praticidade para a empresa continuar com seus investimentos.

Quando falamos em gestão financeira, devemos entender o processo como um conjunto de procedimentos, envolvendo pelo menos três pilares:

  • O controle e a análise de toda a movimentação financeira;
  • O planejamento estratégico estabelecido;
  • A administração do patrimônio da empresa e do seu capital financeiro.
  • Com esses três pilares, a gestão financeira oferece tudo o que é preciso para que a empresa possa manter-se com saúde econômica.

As bases de uma boa gestão financeira

Para que sua empresa tenha uma boa e correta gestão financeira, é preciso dar atenção às seguintes atividades:

Fazer a análise financeira e montar o planejamento financeiro

Através da análise financeira dos resultados já obtidos pela empresa, o empresário terá condições de gerar um planejamento para as ações exigidas na manutenção do equilibro da empresa, buscando melhores aplicações para os investimentos.

Correta aplicação dos recursos financeiros

A correta aplicação dos recursos financeiros da empresa devem ser feitas através da captação do que seja importante para o empreendimento, bem como a aplicação dos recursos disponíveis, mantendo sempre a meta de aumentar a lucratividade.

Gestão de crédito e cobrança

A gestão financeira deve tomar especial cuidado com a análise de concessão de créditos aos seus clientes, sabendo também como administrar o recebimento dos créditos concedidos.

Fluxo de caixa

Antes de fazer os pagamentos e os recebimentos, mantendo o controle do saldo de caixa, a gestão financeira também deve manter atualizado o fluxo de caixa, com as previsões furtas da movimentação financeira, evitando que surjam imprevistos, como indisponibilidade de recursos.

Controle de contas a pagar e receber

Manter o controle de contas a pagar e receber é uma parte integrante da gestão financeira, buscando sempre ter os pagamentos em dia e fazendo todas as cobranças, garantindo também o controle sobre impostos, despesas da empresa e folha de pagamento.

O que pode gerar a falta de uma boa gestão financeira

Ao não fazer a correta gestão financeira, a empresa está sujeita aos mais diversos problemas, podendo ocorrer desde a inadimplência até à falência, com o fechamento do negócio.

Entre esses problemas gerados pela falta de uma boa gestão financeira, podemos destacar os seguintes:

  • Falta ou inexistência de registros reais sobre valores de saldo de caixa, de estoques, de controle de contas a pagar e a receber, de volume de despesas e do resultado financeiro da empresa;
  • Falta de dados com relação aos custos das fontes de financiamento;
  • Estabelecimento de condições errôneas no gerenciamento dos ciclos operacionais e financeiros do empreendimento.

Falta de capital de giro;

  • Falta de integração entre a política de vendas e a financeira;
  • Inexistência do demonstrativo de resultados mensais da organização, sem saber sobre seus resultados;
  • Falta de adequação dos preços de vendas;
  • Desconhecimento do valor dos estoques e da situação patrimonial da empresa;
  • Falta de definição de retirada dos sócios.

Em grande parte das vezes, uma das principais causas para não haver a correta gestão financeira é pela inexperiência do empresário com relação à administração financeira, exigindo a presença de um profissional de ciências contábeis para administrar essa área, mantendo a regularidade em suas atividades operacionais.

A falta da correta gestão financeira pode também ser resultado de uma empresa que tenha começado pequena, não mantendo o controle a partir do seu crescimento, impedindo que fosse implantada uma administração com base em dados confiáveis.

Como montar a gestão financeira de sua empresa

O planejamento estratégico da empresa é uma ferramenta fundamental para gerenciar a área financeira, deixando bem claros os objetivos da empresa e gerando a possibilidade de tomar decisões mais adequadas, procurando trazer resultados positivos para o empreendimento.

A gestão financeira é a principal responsável pela previsão da melhor margem de lucros, mantendo o equilíbrio e fazendo a correta avaliação de custos, avaliando os resultados conseguidos através da linha do tempo, transformando os produtos ou serviços em números que possam mostrar a real situação financeira, sempre atualizada e de acordo com a realidade.

Com a manutenção da gestão financeira eficiente, a empresa poderá ter a avaliação de sua situação no passado, analisando o que está ocorrendo no presente e, com todos os dados em mãos, identificando falhas e buscando alternativas para a melhoria do desempenho, remanejando aplicações ou aplicando novas estratégias de marketing e vendas.

A continuidade das operações de um empreendimento deve ter como base a análise dos relatórios apresentados pela gestão financeira, com suas respectivas projeções, atendendo às necessidades que se apresentarem no futuro.

O resultado atual da empresa é que irá definir o futuro da organização, não permitindo que ela se torne algo parado no tempo, superando todos os obstáculos e vencendo a concorrência.

Como aplicar as práticas da boa gestão financeira

As melhores práticas da gestão financeira devem ser aplicadas com todos os cuidados, encontrando meios de desenvolvimento e de crescimento, possibilitando que a empresa tenha seu lugar de destaque no mercado:

  • A gestão financeira deve manter os registros organizados, conferindo todos os documentos, com um controle diário;
  • A gestão financeira deve acompanhar as contas a pagar e a receber, gerando um fluxo de caixa confiável para evitar imprevistos;
  • O controle do movimento diário do caixa deve ser uma prioridade para a gestão financeira, bem como os controles bancários;
  • Os custos e despesas da empresa devem ser considerados de acordo com sua origem, como, por exemplo, custos fixos e variáveis e custos de produção ou de administração;
  • A gestão financeira é a responsável pela definição da retirada mensal dos sócios e ainda da previsão de vendas, dos custos de produção, do acompanhamento da evolução patrimonial e do reconhecimento da rentabilidade e da lucratividade do empreendimento.

 

David Mariano

Administrador de empresas e analista de sistemas atuante há 13 anos no desenvolvimento de sistemas com foco em processos para cumprimento de obrigações tributárias.

Adicionar Comentário

Siga-nos

Não seja tímido, entre em contato. Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.