PROCFIT - Gestão Orientada a Processos

Entenda os métodos de escrituração contábil simples e dobrada

Diversos fatores podem ocorrer na rotina da contabilidade que precisam ser registrados. Tornar esse processo mais ágil é necessário para dar base à tomada de decisões em qualquer empresas. A base de escriturar esses fatos está dividida em duas vias principais: o método das partidas simples e o método das partidas dobradas.

A escrituração contábil pelo método das partidas simples escritura apenas as operações envolvendo pessoas, deixando de fora os eventos que envolvem elementos do patrimônio e do resultado. Esses eventos são registrados em controles externos à contabilidade. O método das partidas simples é nomeado dessa forma porque em uma transação é considerado apenas o débito ou o crédito ocorrido no fato. Por conta desses e outros fatores, que o tornam menos completo e eficiente na informação dos dados contábeis, ele deixou de ser tão utilizado.

Já a escrituração contábil pelo método das partidas dobradas que faz um paralelo com a teoria dos números positivos e negativos. De acordo com a sua regra fundamental, para cada débito existe um crédito correspondente. Isso não quer dizer que um fato contábil envolve apenas um débito e um crédito, mas vários débitos e créditos podem estar envolvidos num mesmo evento.
Além disso, o exercício da profissão deve atender ao princípio contábil da oportunidade, que orienta o contador a mensurar e apresentar os componentes patrimoniais de forma íntegra e tempestiva, ou seja, é indispensável que a escrituração contábil esteja em dia.

Exemplos de escrituração contábil via partidas dobradas

Exemplo 1: considere uma compra realizada a prazo, no valor de 2 mil reais, para abastecer o estoque de uma revenda de produtos alimentícios. Pelo método das partidas dobradas, existirá um débito na conta de estoque e um crédito na conta de fornecedores. O lançamento ficará da seguinte forma:
D – Estoque R$2.000
C – Fornecedores R$2.000
Exemplo 2: chegou o fim do mês e uma agência de publicidade vai efetuar o pagamento do salário de seu time de colaboradores. Para tanto, é necessário que, primeiro, seja feita a escrituração contábil do reconhecimento da despesa de salário. Para nosso exemplo, vamos considerar o valor pago em 5 mil reais. Abaixo, o lançamento para o registro do fato:
D – Despesa de salário R$5.000
C – Salários a pagar R$5.000
A necessidade de uma escrituração tempestiva

Paulo Machado

Graduado em Gestão Financeira (Unifai), Contabilista (CRC SP), Graduação em Direito UNIP (2017), com 25 anos de experiência nas áreas Contábil e Fiscal, atuando em empresas de médio e grande porte, nacionais e multinacionais ocupando posição de gerencia. Profundos conhecimentos na implantação de sistemas em empresas como CVS/Caremark (SP) e TIM Brasil (SP), recuperação de impostos através de análises tributárias. Atualmente é diretor da área de consultoria tributária da PROCFIT e sócio da EZ Consultoria Tributária.

Adicionar Comentário

Siga-nos

Não seja tímido, entre em contato. Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.